banners

Notícias

Balança comercial do agronegócio teve melhor o agosto em quatro anos

14/09/2017

O resultado se deve ao bom desempenho dos embarques de soja e milho, que compensaram a queda dos preços médios na exportação

Os dados da balança comercial do agronegócio, divulgados nesta terça-feira pela Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, mostram que as vendas externos do setor em agosto somaram US$ 9,04 bilhões, registrando o melhor desempenho para o mês nos últimos quatro anos.

A receita das exportações cresceu 18,5% em relação aos US$ 7,63 bilhões de agosto do ano passado. Já as importações do setor na comparação mensal recuaram 9,3% para US$ 1,194 bilhão. O superávit da balança do agronegócio em agosto ficou em US$ 7,847 bilhões, enquanto que os demais segmentos tiveram déficit de US$ 2,248 bilhões nas transações comerciais. O setor respondeu por 46,4% do total das exportações brasileiras em agosto, ante 44,9% em agosto do ano passado.

Segundo o levantamento, as vendas externas de soja em grão alcançaram volume recorde em agosto de 5,95 milhões de toneladas (+55,9%), o que gerou uma receita de US$ 2,23 bilhões (+40,5%). O preço médio do produto caiu 9,9% no período, passando de US$ 417 para US$ 376 por tonelada.

Os embarques de milho, também recordes, representaram 5,26 milhões de toneladas em agosto, com crescimento de 105% em relação ao mesmo mês do ano anterior. A receita cresceu 89,3% para US$ 817,55 milhões (+89,3%). O preço médio do cereal recuou 7,6%, passando de US$ 168 para US$ 156 a tonelada.


As exportações de produtos do complexo soja somaram US$ 25,79 bilhões entre janeiro e agosto de 2017, um valor que só foi menor em relação ao recorde obtido em 2014 (US$ 27,25 bilhões), ano em que os preços internacionais dos produtos do complexo soja eram maiores. A soja em grão foi o principal produto de exportação do setor, com vendas externas de US$ 21,44 bilhões e volume embarcado de 56,9 milhões de toneladas. Ambas as cifras mencionadas, tanto o valor exportado quanto o volume embarcado, foram recorde para o período analisado.


O bom resultado se deve à elevação do preço médio de exportação dos produtos do setor, que subiram 22,8%, uma vez que o volume médio de exportações caiu 3,1%. O açúcar é o principal produto do setor, com vendas externas de US$ 7,60 bilhões (+24,2%), o que significou 93,4% do valor exportado pelo setor. O outro produto do setor foi o álcool, com exportações de US$ 528,80 milhões (-25,9%).

Veja a notícia completa no link abaixo:

Fonte: Globo Rural

PROCER AUTOMAÇÃO E SISTEMAS
Rua São Miguel do Oeste, 836
Bairro Ceará - Criciúma/SC
CEP: 88815-100
procer@procer.com.br

(48) 3045 6705

DIPLAN